15 de nov de 2016

//SPFW 2016 - Moda masculina na passarela.



Esta edição do evento, que aconteceu na última semana de outubro não foi marcada somente por uma estação, mas pelo prefixo TRANS, que materializa um novo momento da moda, em constante transformação, transgressão e transição, sendo a primeira semana de moda do mundo a adotar o conceito see now, buy now com as coleções sendo lançadas e vendidas no varejo de forma quase simultânea. Com desfiles de diversas marcas masculinas, trouxe pra vocês os maiores destaques de algumas delas.

João Pimenta

Estampando o lema de roupas sem gênero, o desfile de João Pimenta que aconteceu no último dia de desfiles da temporada se contrapõe a tudo que estávamos acostumados a ver do estilista. Menos tons pesados e alfaiataria mais casual fashion, incorporando street, sport e o oversize mais comercial, saias plissadas, jaquetas bomber e camisões, tudo isso num estilo minimalista e iluminado com a paleta de cores da Pantone para 2017 (rosa quartzo e azul serenity), além dos tons terrosos que ajudam a compor a coleção baseada nas ondas. Muitos babados, recortes e listras de marinheiro nas peças que também já estão disponíveis para compra.



Ratier

Com que roupa eu vou?

Se for para uma balada, com certeza será de Ratier. Looks mais soltos, noturnos, com predominância intensa de preto e detalhes metalizados. Diferentes tecidos como moletom e malha numa pegada esportiva e jovem, fazem parte dessa coleção.

Capuz para eles era destaque nos looks. Além da transparência ainda bem discreta, já que muitos ainda não esta acostumados com o hit.
Seguindo bem o conceito dessa edição do evento, Ratier disponibilizou as peças para a venda já no backstage logo após o desfile.

Os queridinhos na minha opinião e que fizeram toda a diferença nos pés foram os chinelos slides e os tênis de cano alto, que são fruto dessa pegada street, saindo da passarela já para a rua. (não vejo a hora).






Just Kids 

No dia de seu lançamento uma chuva intensa, mas que não estragou absolutamente nada, pois o público esquentou o apertado corredor do desfile. Just Kids é uma marca de moletom criada por Karen e Ju Jabour, que criaram uma coleção de apenas 10 looks. Moletons com frases de impacto e uma vibe 100% street, a qual eu achei simples, porém diferenciada.

Silhuetas amplas foram protagonistas desta coleção com cartela de cores neutra, composta por preto, cinza, branco e detalhes em vermelho.As peças tem uma modelagem atual, e podem ser usadas por eles e elas sem estação específica. Jaquetas e calças também estavam presentes na passarela. Esse foi o primeiro desfile dessa marca que não se preocupa em quantidade de vendas mas sim com a mensagem que quer passar.

Gostou? Então corre, pois foram criadas apenas 05 unidades de cada modelo.

Eu quero o meu já!




Osklen

A inspiração da coleção, segundo o estilista Oskar Metsavanth foi uma ilha imaginaria, recheada de prints tropicais, plantas e flores. Se tem uma roupa que é a cara do Brasil e da riqueza podemos dizer que é Osklen. Inspirados na Bahia, os looks são chiques e confortáveis. Shapes com cortes simples e mangas sino. A coleção é fresca, composta por tons off-white, palha, verde folha e amarelo, que dominaram a passarela da grife.

O desfile da Osklen trouxe muita harmonia em seus looks mais largos e leves. Tops e bottons com estampa única, chamando atenção também o uso de chapéus, que para esse verão fresquinho '#sqn' é mais que necessário, não é? Ah, estava me esquecendo das saias em looks praianos, para os corajosos e antenados na moda.



Coca Cola Jeans

Foi o último desfile da semana de moda. As entradas para a sala de desfiles estavam lotadas por conta de todo burburinho causado claro, por Sasha Meneguel, que foi uma das parceiras de desenvolvimento dessa coleção inspirada no numa viagem ao Oriente até o ano novo chinês. Elementos de tecnologia e arquitetura, paisagens e lugares contribuíram para a criação desse desfile, no qual o uso do Jeans foi predominante em praticamente todos os looks.

As peças destroyed marcaram essa coleção, assim como detalhes em recortes geométricos e cores metalizadas. A tendência também das peças oversized.(também conhecida como longline t-shirt), muito usadas entre rappers americanos e famosos brasileiros, como o cantor sertanejo Lucas Lucco que influenciou muito o público masculino.






                  Quer saber mais? Siga o IG @oficialdansilva



Comente com o Facebook:

 


Blog It Boy, 2016 - Todos os direitos reservados.