10 de jun de 2016

Minha experiência com o Dermaroller - O que é? Pra que serve? Dói?



Conheci o Dermaroller através do blog Homens Que Se Cuidam e despertou minha curiosidade para ler mais sobre o procedimento. Assistir dezenas de vídeos, li muitas resenhas na internet e conversando com minha fisio Taise Neves - responsável pelos cuidados da minha pele - resolvi tomar coragem e iniciar um tratamento com o tal "microagulhamento".


Já postei fotos do tratamento no instagram e resolvi escrever esse post para explicar melhor sobre o Dermaroller e a minha opinião pós tratamento. Hoje eu completo 6 meses que fiz a primeira sessão e já agendei a segunda. 

O que é?
Dermaroller é um dispositivo que foi inventado na Alemanha, que promete a regeneração da pele e assim tratar uma série de problemas: estrias, cicatrizes de acne, ruga, flacidez, linhas de expressão e etc... É um pequeno instrumento que desliza sobre a pele do rosto ou do corpo, possui cerca de 500 micro-agulhas que variam de 0,5 a 2 milímetros de comprimento. Ao ser deslizado pela pele, as agulhas atingem a derme e promove a formação de fibras de colágeno, que proporciona firmeza e sustentação à pele.


Para que serve?
Bom, como eu já disse o Dermaroller serve para o tratamento das estrias, cicatrizes de acne, rugas, flacidez, linhas de expressões e poros dilatados.


Como funciona?
Confesso pra vocês que fiquei com muito medo quando vi o aparelho na minha frente. Uma hora antes da sessão, Taise passou um anestésico em todo o meu rosto e na hora aplicou novamente. Limpou o meu rosto com sabonete cirúrgico e logo após iniciou o procedimento. Com toda cautela possível, usando luvas e todos os materiais esterilizados. Me explicou que o Dermaroller não pode ser reutilizado em hipótese alguma.

Ela iniciou deslizando o aparelho pela minha teste, a aplicação consiste em deslizar o Dermaroller +- 4 vezes por direção (vertical, horizontal, diagonal e diagonal contrária).





Dói?
Não consigo entender algumas pessoas que fazem determinados procedimentos estéticos e saem falando por aí que não dói. Lembro que antes de fazer minha tatuagem sair perguntando a todo mundo que eu conhecia e tinha como era a dor. Muita gente exagerou ou omitiu, e lá foi eu escrever uma frase na costela. Fui preparado para chorar de dor e fiquei desapontado, pois não achei que doeu tanto assim. 

Com o Dermaroller foi diferente, eu não tinha noção da dor, eu acompanho algumas pessoas que fazem esse procedimento e gravam snap na hora. Como conseguem eu não sei. DÓI SIM, DÓI MUITO! Aguentei até o final, pois eu sempre quis fazer esse procedimento e também sei das melhoras que ele iria trazer para minha pele. Na testa é a pior parte, a sensação é que estão raspando a sua pele, mas é o que tá acontecendo de fato né... Na parte das bochechas é mais tranquilo, ao todo é uma dor forte, porém suportável. 




Funcionou?
Eu fiz apenas uma sessão até agora, mas depois de 3 meses você já consegue ver os resultados. Eu fiz para minimizar meus poros, as linhas de expressão e as cicatrizes de acne. Minha pele hoje está bem mais uniformizada.

Pós Dermaroller
No primeiro dia após o procedimento a minha pele continuava vermelha e inchada. Tomei até um susto quando acordei kkkkk. Taise recomendou um sabonete neutro, fui na farmácia e comprei o Cetaphil. Usei também água termal e não abrir mão do protetor solar. Não passei mais nada no rosto e evitei tocar para não infeccionar. Aos poucos a vermelhidão ia sumindo e no quarto dia já estava tudo normal. Se irei fazer de novo? JÁ AGENDEI

Se interessou pelo procedimento? Tem vontade de fazer? Marque uma avaliação grátis na Clínica Taise Neves. 


Clínica Taise Neves
Beleza, estética e fisioterapia avançada ◾️CEO Salvador Shopping 🔶Torre Londres - sala 1902 
Agendamentos (71) 3141-0951 
Estacionamento gratuito


Comente com o Facebook:

 


Blog It Boy, 2016 - Todos os direitos reservados.